Vacina contra a febre amarela protege com apenas 1 dose

O governo brasileiro decidiu adotar orientações internacionais e recomendará, a partir de agora, apenas uma dose da vacina contra a febre amarela

O governo brasileiro decidiu adotar orientações internacionais e recomendará, a partir de agora, apenas uma dose da vacina contra a febre amarela durante toda a vida. As pessoas que já se vacinaram quando eram bebê e têm a carteira com a comprovação, não precisam mais tomar a dose chamada de “reforço”, após os 10 anos.

A medida começa a valer neste mês e se adapta a estudos feitos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que atestam a eficácia da dose única, sem necessidade de complementação. Em 2014, a OMS já havia recomendado a mudança, mas o Ministério da Saúde entendeu na época que eram necessários mais estudos para adotar o protocolo.

Reforço – Nas próximas semanas, o estado do Rio de Janeiro vai receber mais 1 milhão de doses da vacina contra a febre amarela. Com as novas remessas, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) pretende dar continuidade à vacinação de moradores das regiões consideradas mais vulneráveis à doença. Dos 64 municípios considerados prioritários, 44 já receberam doses suficientes para a imunização. Os novos lotes irão abastecer outras 20 cidades, além de serem usadas na reposição de estoques de outros municípios. Desde o início do ano, o estado já recebeu do Ministério da Saúde mais de 3,6 milhões de doses de vacinas contra a febre amarela.

O Rio de Janeiro tem dez casos confirmados de febre amarela em humanos até agora. Sete foram registrados em Casimiro de Abreu, na Baixada Litorânea do Rio, um deles com morte. Os outros casos foram confirmados em são em São Fidélis, no Norte Fluminense; um em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos; e uma morte em Porciúncula, no Noroeste Fluminense.

Em todo o país, desde dezembro do ano passado, quase 2 mil casos de febre amarela foram notificados, dos quais 586 foram confirmados e causaram 190 mortes. No mesmo período, cerca de 16,5 milhões de doses da vacina foram aplicadas, e apenas 192 causaram reações graves, como por exemplo, a contaminação pelo vírus. Estes últimos números, porém, ainda estão em investigação.

Em Campos, a Vigilância em Saúde informou que até a última terça-feira (4), 211.865 pessoas foram imunizadas contra a febre amarela.

Share This:

COMMENTS

WORDPRESS: 1
  • comment-avatar
    Adriana 3 meses

    Porque só neste momento o governo resolveu adotar apenas uma dose e não em 2014? Será porque agora não tem dinheiro suficiente para aplicar as duas doses em todo mundo? O que mudou no estudo que convenceu o governo a adotar essa medida? Estou muito insegura com isso, principalmente em relação às crianças! É para se pensar o verdadeiro porquê dessa mudança…