Juiz que prendeu Garotinho faz graves acusações contra ministro do STF

O juiz Glaucenir Oliveira, que prendeu de forma extremamente polêmica o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, decidiu atacar o ministr

O juiz Glaucenir Oliveira, que prendeu de forma extremamente polêmica o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, decidiu atacar o ministro Gilmar Mendes, que determinou a libertação do político nesta semana.

Em mensagem de áudio enviada a um grupo de juízes no whatsapp, o magistrado acusa Gilmar Mendes de ter recebido dinheiro em troca da decisão favorável: “a mala foi grande”.

Ou seja: o juiz eleitoral de Campos, inconformado com a revisão de sua decisão, acusa Gilmar de corrupção passiva e Garotinho de corrupção ativa.

“Os comentários ouvidos aqui em Campos, inclusive do grupo do Bolinha… Eu tenho acesso de pessoas que sabem porque estão no meio. Estou vendendo o peixe conforme eu comprei. O que se cita no próprio grupo dele é que a quantia foi alta”, disse ele.

Em uma série de ataques, Glaucenir diz que a “mala foi grande” e acusa Gilmar de não ter “vergonha na cara”.

O juiz Glaucenir, insinuando que é alvo de perseguição, afirma: “Vocês não sabem da missa a metade. Tô tendo de andar com a porcaria de um carro blindado aqui em Campos”, diz ainda Glaucenir.

Gilmar soltou Garotinho, apontando que não havia qualquer elemento que justificasse a prisão preventiva.

Procurado pela reportagem, o juiz Glaucenir ainda não se manifestou.

Nota divulgada no blog do Garotinho:

“Circula nas redes sociais, inclusive com divulgação por sites de notícias, uma gravação atribuída ao Juiz Glaucenir Oliveira, com afirmações que podem constituir crime contra honra praticado e falta funcional gravíssima.

Não defender a honra do Ministro Gilmar Mendes, como seus pares no Tribunal Superior Eleitoral e Supremo Tribunal, é desacreditar toda a justiça brasileira, composta na sua maioria de magistrados corretos que decidem com base na Constituição e nas leis e nos códigos, jamais em interesses subalternos e sujos sugeridos pelo juiz Glaucenir Oliveira, citando o juiz Ralph Manhaes.

Por confiar e defender a presunção de inocência, nossos advogados estão pedindo a perícia confirmação do padrão de voz.
Caso constatada a veracidade do referido áudio e as inúmeras inverdades nele contida, não nos restará outra medida senão o encaminhamento da gravação ao Ministro ofendido, ao Conselho Nacional de Justiça e a Presidente do STF, para as providências cabíveis.

De nossa parte abrirmos novo processo criminal contra o Juiz Glacenir Oliveira, que vêm a ser o mesmo que inventou um suposto suborno e também quase provocou a morte súbita do Garotinho ao transferi-lo do hospital Souza Aguiar para a UPA de Gericinó, contra determinação médica, ameaçando de prisão médico Marcelo Jardim.”

Ouça o áudio divulgado no site Brasil 247:

Share This:

COMMENTS

WORDPRESS: 0