BOMBA: Show da Marília Mendonça pode ser cancelado por suspeita de improbidade administrativa

Mais uma bomba explode no colo do Prefeito Rafael Diniz, e desta vez, envolve um dos homens fortes do governo, o Superintendente Hélio Montezano,

Mais uma bomba explode no colo do Prefeito Rafael Diniz, e desta vez, envolve um dos homens fortes do governo, o Superintendente Hélio Montezano, responsável pela administração de vários equipamentos públicos da cidade, entre eles, o Centro de Eventos Populares de Campos, o CEPOP.

Recebemos uma denúncia de que o Helinho, como é carinhosamente chamado pelos mais próximos, ou Alemão, como é conhecido no meio artístico e empresarial da cidade, utilizou-se das vantagens de seu cargo para negociar shows e eventos particulares em seu nome, para serem realizados no CEPOP, equipamento público que ele mesmo administra, numa clara demonstração de improbidade administrativa.

Entramos em contato com Felipe da Work Show, empresa que representa vários artistas, entre eles, Henrique e Juliano e a próxima atração do Centro de Eventos Municipal, Marília Mendonça, que nos confirmou de fato o contato com o empresário Hélio Montezano, mas disse desconhecer o fato de “Alemão” ser o gestor público responsável pelo CEPOP.

Em contato telefônico, Felipe alegou ter se reunido com Hélio em São Paulo juntamente com mais três pessoas, que ele não soube identificar, pois quem fez toda a tratativa foi Helinho. Ele disse que há uma reserva de data, porém, não há contrato fechado. Mas o agente nos informou que Alemão falava em nome de uma empresa, não sabendo precisar qual, porém, reservou o dia 7 de maio, data que consta no cartaz do evento como dia do Show da Marília Mendonça, com realização da Multiplace.

Uma curiosidade do fato acima é que a Multiplace, ao menos no papel, nada tem a ver com Hélio Montezano, ela está registrada em nome do Sr. Marcio Ady Almeida Freitas Correa. Buscamos contato com o senhor Marcio, pois gostaríamos de compreender qual a relação de “Alemão” com a referida empresa, se é um caso de sócio oculto, ou se o referido emitiu alguma Procuração para que o Superintendente de Eventos de Rafael Diniz pudesse agir como agente da casa de shows, mas não retornou o contato.

Outro fato que corrobora com nossa investigação é o print de uma conversa entre Alemão e um empresário local, que deixa claro que Hélio fechou a data do show de Marília Mendonça, bem como outras datas de artistas de renome nacional, todas no CEPOP.

Vamos aguardar o desenrolar dos fatos, e principalmente, a atuação do Ministério Público Estadual, sempre atuante e ligeiro quando há qualquer indício de irregularidade na administração pública municipal.

Página do Evento administrada pela Multiplace: https://www.facebook.com/events/394482367582556/

Áudio do contato com o responsável pela agenda da cantora:

Áudio: Agenciador da cantora Marília Mendonça confirma negociação com secretário de Rafael Diniz. http://www.diariodaplanicie.com.br/bomba-show-da-marilia-mendonca-pode-ser-cancelado-por-suspeita-de-improbidade-administrativa/

Publicado por Diário da Planície em Terça, 21 de março de 2017

 

P.S.

O SUPERINTENDENTE HÉLIO MONTEZANO ENCONTRA-SE NESTE MOMENTO, SEGUNDO FONTES, NA FUNDAÇÃO RURAL DE CAMPOS, A FIM DE TENTAR TRANSFERIR O EVENTO, JUNTAMENTE COM OUTRAS FIGURAS OCULTAS.

Leia também: BOMBA²: Show da Marília Mendonça ainda não está confirmado

Share This:

COMMENTS

WORDPRESS: 2
  • comment-avatar

    […] de Entretenimento, Helio Nahin, o Alemão, denunciado no site Diário da Planície (Show da Marília Mendonça pode ser cancelado por suspeita de improbidade administrativa). A matéria do site revela uma negociação de shows privados no Cepop, negociado diretamente por […]

  • comment-avatar

    […] BOMBA: Show da Marília Mendonça pode ser cancelado por suspeita de improbidade administrativa […]