Situação em Campos se porta como um Pombo Enxadrista

O conceito é novo, advindo da observação dos “haters” nas redes sociais, porém, retrata muito bem a realidade quando se trata os defensores homéricos e fantasiosos deste governo (com ‘g’ minúsculo mesmo). Um governo diminuto e covarde, mentiroso e maldoso, que alega cortar a própria carne, mas na verdade corta os pulsos para os sanguessugas lamberem o plasma fresco e juvenil do jovem alcaide.

Tempos atrás fiz uma postagem contradizendo uma das falácias que os veículos de comunicação alinhados com Rafael tem propagado, o título era “Campos tem um governo que não sabe ser situação”, e de lá para cá, o que mudou? Nada, pelo contrário. A crise ética aprofundou-se de tal maneira, que meu amigo Ralfe Reis fez uma interpretação acertadíssima sobre a situação: parece fim de governo. E é.

Como alertei em minha postagem, Rafael iniciou seu natimorto governo com o Pezão Esquerdo. Montou um primeiro escalão pífio, que se equilibra entre inexperiência e malvadeza, sendo esta última, a mais empregada em sua gestão. Cortes em programas sociais, como Cheque Cidadão, Passagem Social e Restaurante Popular, não foram um tiro no pé, e sim uma ação premeditada de desmonte a todas as ações de sua antecessora, Rosinha Garotinho. Agiu com maldade, deixando a bílis falar no lugar do cérebro.

Mesmo diante de tudo isso, certos blogs de Campos, não tendo o que enaltecer neste governo, partiram para um ataque deliberado a quem ousa ameaçar suas verbas publicitárias. Destrincham com a sabedoria de uma porta, quem é oposição e quem não é, como se lhes fosse dado um condão da verdade.

Ora bolas, que pretensão e ousadia.

Num quadro político tão dinâmico quanto Campos, há várias maneiras de argumentar que o governo que aí está não serve nem para o penico. Uns de maneira mais reservada, e outros mais inflamados, como este escriba, porém, a constatação que o blog de estimação de Rafael não fez é: todos concordam que não tem jeito, Inês é morta.

“Conta tudo para sua mãe, Kiko!”

Como meninos mimados, os blogueiros envelopados se irritam com os apelidos carinhosos que o próprio povo tem alçado. Choram com a sinceridade de quem a 1 ano atrás não fazia exatamente isso, como se sua linha editorial achincalhada não fosse suporte operacional para os (agora visíveis) planos malignos que montaram para esta cidade. Uma rápida busca em seu sítio, demonstra claramente que o povo aprendeu com eles como se reportar a um chefe do executivo e sua respectiva base de apoio, e agora, com a democracia irrefreável das redes sociais, recebem com juros todo o desamor que ensinaram para seus enganados leitores.

O Pombo Enxadrista

Agora, diante da falta de argumentos para defender seu financiador, os pombos enxadristas se comportam como tal: Sobem no tabuleiro, derrubam as peças, cagam em tudo, e saem com o peito estufado achando que venceram a partida. Para as cucuias.

Argumentam fragilmente o que a pouca idade da oposição reflete na qualidade de suas denúncias, contradizendo justamente o discurso de seu idolatrado patrão. Mas vejam, emitimos pouquíssimas opiniões pessoais, todas as denúncias que firmamos aqui são embasadas em dados do Diário Oficial, ou do Portal da Transparência, e nada tem a ver com revanchismo, e sim com o interesse público, algo que os subservientes tem dificuldades para compreender.

Enfim, a situação não está correspondendo as expectativas que a urna lhes conferiu, não conseguem acertar em nenhuma ação de governo, não conseguem dar uma forma que identifique qual o grande plano que foi preparado para esta cidade, só estufam o peito e derrubam peças, como uma autoridade de quem não sabe a diferença de alhos e bugalhos, e no meio do caminho fazem o povo padecer sob sua liderança fraca e maldosa.

Em breve destrincho um pouco mais.

maycomorais

Bacharelando em Engenharia Civil, jornalista, blogueiro, desenhista, amante de artes, cinema, quadrinhos, Action Figures e Jiu-Jitsu.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *