De carona em Niterói, Rafael Diniz gasta 8 milhões

Em tempos de crise econômica, todo brasileiro tem avaliado mil vezes quando e onde deve-se gastar o dinheiro, afinal, ele não dá em árvores. Porém, a mesma premissa não se aplica à administração pública municipal de Campos, pois a cada extrato que passo os olhos, mesmo em postagens alinhadas aos solstícios, percebo a falta de zelo pelo erário. Ilustrarei a seguir os fatos.

Em 13 de março do corrente ano, foi publicado no Diário Oficial de Campos um extrato de contrato por adesão, administrativamente conhecida como “CARONA”, no valor global de  R$ 8.387.850,00(oito milhões, trezentos e oitenta e sete mil, oitocentos e cinquenta reais), com a empresa  ENFORMAT EMPRESA NITEROIENSE FORNECEDORA DE MATERIAIS LTDA – ME, de Niterói.

Aos olhos de um inocente, tudo pode parecer ser uma transação corriqueira, entretanto, além do valor vultuoso, há outras questões implícitas que merecem uma observação mais atenta.

Primeiro, a empresa ENFORMAT, que funciona desde 2001, tem fixado o seu endereço em uma residência que não ostenta qualquer informação de funcionamento, como podem ver abaixo.

Segundo, a dona da Empresa, a Senhora Rozeane Lima Guedes, que até pouco tempo atrás era “Concurseira” de carreira, tentando uma vaga no serviço público na Guarda Municipal de Niterói e no Detran-RJ. Nada contra, porém, é uma atitude no mínimo estranha para quem administra uma empresa que tem contratos de mais de R$ 8.000.000,00 cada, com as prefeituras de Campos e de “Nikiti”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Terceiro, é sabido que Conte Bittencourt, Vice-Prefeito de Niterói e Presidente do PPS, partido de Rafael Diniz, é o Agente Político que indica todos os cargos da área educacional, afinal, o Professor Comte tem muita afinidade com a área, e por isso, talvez, o fato de ser uma empresa que atenda a Educação aliada ao fato dela ser de Niterói, apenas jogam mais dúvidas quanto a moralidade deste contrato.

 

E por último, e não menos importante, causa estranheza a velocidade em que foram executados os pagamentos, 2 dias apenas após a publicação em D.O.

Enfim, muita coisa ainda está obscura, mas esta semana ainda estarei apontando algumas outras irregularidades. Fiquem atentos!

maycomorais

Bacharelando em Engenharia Civil, jornalista, blogueiro, desenhista, amante de artes, cinema, quadrinhos, Action Figures e Jiu-Jitsu.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *