TRF decreta prisão imediata de Picciani, Paulo Melho e Albertassi; deputados podem revogar a decisão

Os desembargadores do Tribunal Regional Federal seguiram o voto do relator Abel Gomes a favor da prisão dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi. O voto do relator foi seguido por todos os desembargadores, ficando o placar em 5 x 0.

Picciani já convocou sua tropa de choque na Alerj para uma sessão extraordinária para derrubar a decretação da prisão.

O clima é de tensão total entre os deputados.

One thought on “TRF decreta prisão imediata de Picciani, Paulo Melho e Albertassi; deputados podem revogar a decisão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *