Em Campos, mais de 30 mil famílias podem receber Cheque Cidadão

A secretária de Desenvolvimento Humano, Sana Gimenes, participou na manhã deste sábado de um programa na Band FM, e falou sobre o programa Cheque Cidadão. Segundo a secretária, a distribuição do Cheque Cidadão deve respeitar os critérios estabelecidos em lei e serem analisados por técnicos. “Quem define se a pessoa vai ou não vai receber algum benefício social, de acordo, obviamente, com os requisitos da lei, é o técnico. Os assistentes sociais”, disse Sana.

Partindo da fala da secretária, buscamos informações oficiais do governo federal. Segundo dados do Ministério de Desenvolvimento Social, dos beneficiários do programa Bolsa Família, mostram que em Campos aproximadamente 33 mil famílias vivem na linha da pobreza (quadro abaixo).

De acordo com os critérios do governo federal, uma família para ser beneficiada no Bolsa Família deve ser extremamente pobre (com renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa) ou pobres (com renda mensal de R$ 85,01 a R$ 170,00 por pessoa). Pelos números da tabela acima, pouco mais de 30 mil famílias têm essa renda per capita e vivem na linha da pobreza em Campos.

A mesma renda per capita de até R$ 170 foi estabelecida pelo prefeito Rafael Diniz como critério para receber o Cheque Cidadão.

Porém, para não atender as famílias que vivem na linha da pobreza identificada no relatório do governo federal, o prefeito Rafael Diniz incluiu na alteração da lei que estabelece os critérios para o Cheque Cidadão, a exclusão de todos os beneficiários do programa Bolsa Família. Os artigos acrescentados na lei dão o tom de ataques as famílias mais pobres do município.

A lei que exclui milhares de famílias do programa Cheque Cidadão entrou em vigor neste sábado, e suspende o benefício por 90 dias para mais um recadastramento.

Dados completos: CadÚnico

Ralfe Reis

Ralfe Reis

Começou a acompanhar os bastidores do poder na adolescência. Atuando na blogosfera desde 2010, cobriu os principais fatos políticos da Planície Goitacá. Gosta de música, massas e praia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *