Marcos Bacellar é empossado na Câmara

O vereador Marcos Bacellar (PDT) foi empossado na tarde desta quinta-feira (20) na Câmara Municipal de Campos. Ele se reuniu com o presidente da C

O vereador Marcos Bacellar (PDT) foi empossado na tarde desta quinta-feira (20) na Câmara Municipal de Campos. Ele se reuniu com o presidente da Câmara, Marcão Gomes e os vereadores Igor Pereira, Neném, Abdu Neme, Fred Machado e Cláudio Andrade. A posse aconteceu por volta das 16h30, após Bacellar deixar a Justiça Eleitoral.

Mais cedo, em cumprimento a uma liminar concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Bacellar esteve no cartório da 76ª Zona Eleitoral de Campos para que fosse feita pelo sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a retotalização dos votos, ou seja, para que os votos fossem contabilizados. Com isso, Bacellar, que nas últimas eleições teve 2.685 votos, foi reconhecido como vereador eleito.

Com a retotalização dos votos, a vereadora Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) virou primeira suplente de Bacellar. Cecília teve seu registro de candidatura e diploma cassados, os votos recebidos em outubro anulados e foi declarada inelegível por oito anos pelo juiz Eron Simas, mas aguardava no cargo uma decisão do TRE-RJ graças ao efeito suspensivo da sentença, dado automaticamente em recursos de decisões de primeira instância.

Ação – Bacellar teve registro negado pelo TRE em ação proposta pelo ex-subsecretário municipal de Governo, Thiago Godoy, pois contra ele pesava uma decisão judicial na Lei da Ficha Limpa. Em fevereiro, já no TSE, a ministra Luciana Lóssio indeferiu recurso de Godoy e determinou a volta do processo para Campos.

Contra a decisão de segunda instância, a defesa alegou que o juízo de primeiro grau, sem examinar a extemporânea documentação apresentada pelo recorrido, deferiu seu pedido de registro para o cargo de vereador no pleito de 2016, mas o TRE/RJ, entendendo estar a causa madura para julgamento, examinou os referidos documentos e indeferiu o registro.

Marcos Bacellar, que já foi vereador em 2004 e 2008, concorreu à vaga de vereador em 2016 pela coligação “Vamos governar juntos” que abrange os partidos PDT/PSC.

 

 

Share This:

COMMENTS

WORDPRESS: 0